quarta-feira, 25 de maio de 2016

Paz e bem


Era um dia de chuva quando
um menino, inquieto
me olhou nos olhos
e sem palavra proferir,
me perguntou:

"Irmão, o que é paz?
Algo que a água da chuva leva
ou a brisa que a chuva traz?
Terra que a água torna em barro
ou obra que o artista dele faz?"

Busquei palavras,
pouco encontrei
e através de tal qual olhar
a ele falei:

 A paz reside na
liberdade de escolher pelo
bem e tudo o que ele 
bem lhe traz.



quarta-feira, 18 de maio de 2016

Vinde, Espírito Santo!

#13 - Onde o Espírito Santo age em sua vida?

Vinde, Espírito Santo! E enchei o coração de vossos fiéis...

Proclamamos esta oração muitas vezes sem nunca ter parado para refletir a riqueza destas palavras. Sabemos que o Espírito nos traz dons e virtudes, mas antes de falar de qualquer um deles, sinto que é bom ter (pelo menos um pouco, pois sou humano!!) a dimensão do que é o Espírito e como Ele age em nós.
Podemos começar pela Trindade Santa. Você sabe que são três pessoas, não é? Saberia dizer onde começa Um e termina Outro?

O que o Catecismo da Igreja Católica nos diz é que dentro da Trindade, cada um carrega consigo toda a essência da divindade, ou seja, não existe “maior” ou “menor”. E se os três são um só Deus, o Espírito é Aquele que nos ajuda a perceber como o Pai esteve presente em todos os momentos, desde a criação do mundo.
No princípio, Deus criou o céu e a terra. A terra era sem forma e vazia, haviam trevas sobre a face do abismo e o Espírito de Deus pairava sobre as águas. (Gn 1, 2)

E Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi levado pelo Espírito ao deserto. (Lc 4, 1)

E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem. (Atos 2, 4)

Na Bíblia, encontramos também o Espírito sendo representado através de vários símbolos, que não nos mostram apenas o que Ele é, mas o que Ele faz:
O Espírito é vento e sopro de vida. O vento é a única coisa que não é possível travar, encaixotar. Fazendo isso, ele deixa de ser vento e se torna ar parado, morto. Assim é o Espírito. É impossível medir o que Ele é capaz de realizar, pois para Ele nada é impossível.

Nós humanos, quando estamos diante de algo que somos incapazes de compreender totalmente, temos o hábito de reduzir esta determinada coisa até que ela "caiba" dentro de nossa percepção. Mas como reduzir o vento? Como reduzir Deus? 

Ao fazer isso, tornamos o Pai qualquer coisa que não seja Deus. Cabe a nós compreender que Ele está acima de tudo o que há, e nada é impossível para Aquele que É.
O Espírito é água viva. A água só desce e nunca sobe, indo de encontro aqueles que estão “por baixo”, por se fazerem humildes. Jesus disse que não veio chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento (Mt 9, 13; Mc 2, 16; Lc 5, 32). Assim Ele e nós fomos batizados, iniciando ali nossa caminhada em busca da santidade. 

O Espírito que batizou Jesus é como a água que irriga a terra árida. Não existe coração contrito que não possa ser lavado e purificado pelo poder de quem venceu a morte por amor.
O Espírito é fogo que traz luz e nos renovaPelo ato de contrição, o Espírito reanima nossos corações paralisados pelo pecado e devolve-nos a liberdade. Aqui mora a importância de confessar sempre que possível e nos reconciliar com o Pai.

Quando falamos de fogo e Espírito, logo nos lembramos da celebração de Pentecostes. Se antes a insegurança e tibieza paralisava os apóstolos, após receberem o Espírito em línguas de fogo, foram reavivados e saíram para anunciar o Evangelho.

Não existe nada que passe pelo fogo e não seja transformado. Mas acabamos muitas vezes sendo "cristãos de microondas", que esquentam rápido e esfriam mais rápido ainda. A chama do Espírito é como a sarça ardente, que queima sem pressa por saber que transforma por completo.
O Espírito é o nosso ParáclitoO Espírito Santo é nosso intercessor, advogado e defensor. Ele não é apenas algo, mas alguém, que nos convida a sermos também paráclitos, intercessores pela oração.

Mas, o que é paráclito? Vamos lá, eu explico!

Antigamente, antes de existir formalmente a profissão de advogado, as pessoas em um julgamento deviam se defender sozinhas de qualquer acusação que fosse feita contra elas. É claro que isso não era justo muitas das vezes, pois a condição social e os argumentos nem sempre convenciam. Mas neste momento, uma pessoa poderia aparecer e dar um novo rumo ao julgamento: sim, ele mesmo!

Paráclito era uma pessoa conhecida no local por ser verdadeira, honesta e isenta de qualquer erro. A palavra dela tinha peso, e assim, podia defender aquele que se encontrava "perdido". Entende agora a relação? O Espírito é Este que nos protege quando estamos prestes a perder as esperanças.
O Espírito é Aquele que está ao nosso lado a todo momento, desde o início até o fim de nossas vidas. Abrasando nossos corações, nos purificando do pecado, soprando como brisa leve em nossos ouvidos ou nos defendendo do mal, é o Espírito quem está ali, sempre conosco.

Vinde, Espírito Santo! Hoje sei que jamais estarei sozinho.