segunda-feira, 18 de julho de 2016

O missionário

São raras as vezes onde falo sobre minha vida pessoal aqui neste espaço. Mas desta vez, resolvi abrir uma exceção pois a experiência vivida me trouxe coisas que engrandeceram muito em minha caminhada como cristão.

Fui convidado pela Pastoral da Universidade onde estudo para participar de uma ação missionária durante uma semana. Aceitei o convite, fiz as malas, saí de minha cidade e deixei a Providência agir. Traduzir em palavras o que pude aprender e sentir é uma tarefa quase impossível, mas eu arrisco. E o resultado, você vê a seguir.
A foto acima foi tirada na missa de encerramento desta missão, onde quase 300 jovens salesianos se uniram para anunciar o Reino de Deus. Mas não se começa uma história pelo fim. E se pudesse dizer qual é o primeiro passo de um missionário, diria que este passo se chama coragem.

O mundo de hoje nos convida a viver em segurança a todo tempo. O bom emprego é aquele que garante aquela quantia em dinheiro no bolso. A boa escola é aquela que garante um bom emprego ou ingresso na faculdade. Mas quando falamos de missão, falamos de Providência de Deus, e quando falamos de Deus, não existe garantia nenhuma.

Na verdade, existe sim. Mas é diferente da "segurança" que o mundo nos apresenta.

A Providência tudo pode e tudo faz para aquele que quer o bem, e missionário será aquele que decide anunciar o Reino em cada palavra ou gesto. Quando se coloca tudo nas mãos de Deus, Ele pode e Ele faz!

Mas temos medo demais da mudança. Sair da zona de conforto é difícil para quem se contenta com pouco. Mas o missionário vai além. Ele escolheu viver o Evangelho, e para que isso aconteça, precisará dar o segundo passo, que chamo de .

Sem amadurecer na fé, o missionário não será capaz de se despojar de suas vestes e permitir que Deus faça dele o melhor. Será insistente ao invés de persistente. É o que chamamos "dar murro em ponta de faca" na fala popular.
Mas o missionário que tem certeza da fé que professa caminha, segue, vai longe! E Jesus caminha ao seu lado.

Quem caminha com coragem e fé, alcança o terceiro e definitivo passo: a alegria. Esse passo define os seguintes, pois é impossível caminhar ao lado de Cristo e não se sentir feliz por isso. A alegria de quem se sente amado por Deus não se compara a nenhuma segurança que esse mundo nos oferece.

Coragem, fé, alegria! Foram estes os passos que aprendi em minha primeira missão. E escolhi definir como passos porque para mim foi como aprender novamente a andar.
Quando era uma criança e não era capaz de caminhar sozinho, houveram pessoas mais experientes que me ensinaram a andar. Assim também ocorreu enquanto cristão, e aquele quem me segurou pela mão e caminhou comigo foi o próprio Cristo.

Permita-se! Deus tem planos maravilhosos para o mundo e escolheu depender de você. Ame, antes de tudo, apesar de tudo, e será assim um missionário do Pai.


Nenhum comentário:

Postar um comentário